“Valeu a pena por tudo o que vi, pelo contacto com as gentes das aldeias…” – Manuel Cordeiro

“Valeu a pena por tudo o que vi, pelo contacto com as gentes das aldeias…” – Manuel Cordeiro

Manuel Cordeiro participou na primeira edição do Portugal Cross Country Interior Centro, referindo que a sua motivação para correr não se deve apenas à “simples” corrida, mas muito mais que isso.

A corrida começou a fazer parte da sua vida desde sempre, “desde que me conheço pratico diversas atividades que me permitam o contacto com o ambiente. Gosto preferencialmente de corridas de montanha”.
“O que me motiva a praticar esta modalidade desportiva é o facto de poder passar por diferentes locais e maravilhosos, conhecer pessoas simples e muito sabedoras da vida real. É um exercício muito completo seja no aspeto articular, muscular, como no aspeto cárdio/respiratório. Existindo ainda a possibilidade de poder ser praticado em qualquer local.”

Com alguns anos de vida Manuel não deixa de manter a prática desportiva. “Sempre consegui atingir os objetivos a que me propus. Terminar cada desafio com a vontade de continuar. A única conquista que desejo é sentir-me bem comigo, com os companheiros da jornada e com a natureza que me rodeia. Não corro apenas por correr. O meu prazer vai além da “simples” corrida”.
Para Manuel Cordeiro o PCC Interior Centro foi mais uma dessas conquistas “uma viagem não só na quilometragem, mas também na orientação e na gestão do esforço a despender. Uma prova segura que permitiu o nosso controlo a cada momento. Gostei de tudo o que me rodeou”.

“Na última etapa, um bem-estar por ter conseguido ultrapassar esta aventura. Verificar que, apesar de cansado e dorido, o prazer era maior no final do que as dúvidas do início. Valeu a pena por tudo o que vi, pelo contacto com as gentes das aldeias e pelo convívio final que proporcionou ter mais amigos/conhecidos que não me são indiferentes.”

By | 2018-05-17T15:02:40+00:00 Maio 16th, 2018|Sem categoria|0 Comments

About the Author:

Leave A Comment